< voltar

Notícias do Mercado

Certificação digital eleva patamar da segurança assistencial e gestão sustentável


10/09/2018 - Fonte: Grupo Mídia

Hospital Anchieta leva inovação da assinatura eletrônica para toda equipe multidisciplinar. Com a tecnologia, o uso do papel passa a ser dispensado nas operações assistenciais

Eliminar a utilização do papel e padronizar as informações em meio eletrônico é um dos desafios das empresas na busca por maior segurança para o cliente e melhor produtividade. Isso pode ficar mais fácil com o uso de soluções que permitem assinar digitalmente e verificar documentos eletrônicos com rapidez, praticidade e validade jurídica.

Pensando nisso, o Hospital Anchieta (DF) dá mais um passo importante na performance da segurança assistencial e gestão sustentável. Após o sucesso do uso de certificados digitais na Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTIA), a Instituição avançou com o projeto para todos os setores assistenciais. A partir de agora, suas operações serão sem papel, da assistência do Pronto Socorro às UTI’s.

De acordo com a diretora de Suprimentos e TI do Hospital Anchieta, Louise Lyra, a Certificação Digital representa mais um cuidado para o paciente/hóspede e o colaborador. “Essa tecnologia foi desenvolvida para oferecer segurança, autenticidade, confidencialidade e integridade às informações eletrônicas. A inovação amplia a percepção de eficiência e agilidade por parte dos pacientes e profissionais, pois garante proteção nas transações em meios virtuais, de forma que as pessoas se identifiquem e assinem digitalmente documentos de forma mais ágil e segura”, explica.

Além disso, a novidade tem um caráter de sustentabilidade e redução de custos, na medida em que elimina o uso de papel. De acordo com Louise, um dos objetivos das implantações realizadas no Hospital é acabar com os formulários manuais e impressões de documentos.

“Todas as assinaturas são possíveis em meio eletrônico, assim como anotações e apontamentos, com todo o valor jurídico. Com a automação dos processos, conseguimos eliminar papéis que transitavam entre os setores e todas essas ações refletem no nosso meio ambiente”, destaca.