< voltar

Notícias do Mercado

Certificação Digital, um universo de uso crescente


13/06/2018 - Fonte: Crypto ID

O mercado da certificação digital durante muitos anos esteve atrelado aos chamados cumprimento de obrigações com o governo.

Para tornar o sistema mais eficiente e menos sujeito às fraudes e sonegações, as muitas prestações de contas, envio de relatórios e informações e os pagamentos de tributos de uma empresa passaram a ser feitos por meio desse instrumento.

Acontece que, desde 2001, quando foi criada a Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP-Brasil) e se deu início ao surgimento das empresas certificadoras, muita coisa mudou.

Aos poucos foram sendo agregadas outras funções para o certificado digital. Isso foi algo que cresceu muito nos últimos tempos e, hoje, essa infraestrutura permite às empresas de todos os portes adotar a certificação digital como ferramenta indispensável do dia a dia, para eliminar papéis, cortar caminhos da burocracia, reduzir custos e tornar-se mais eficiente.

Depois de tantos anos, é possível afirmar sem sombra de dúvidas que a certificação digital tem um amplo caminho de expansão pela frente. Afinal de contas, vivemos num mundo movido pela novidade das tecnologias e o Certificado Digital é a identidade digital de pessoas jurídicas e, também, cada vez mais, das pessoas físicas.

Nós da Serasa Experian, habituados em captar e processar dados e informações ao longo de 50 anos, com toda a credibilidade que nos cerca e nos dá uma reputação sem precedentes, há muito entendemos que é muito interessante o caminho da assinatura digital e do uso do certificado por parte das empresas, não apenas para o cumprimento das obrigações. Nossas equipes estudam a fundo todo o tempo os processos de muitos conglomerados e a partir disso montamos um conjunto de medidas customizadas que pode tornar a operação bem mais fácil, eficiente e, o que é melhor, com controles mais rígidos.

A partir da utilização da assinatura digital que o Certificado Digital permite, é possível rapidamente implantar uma nova cultura empresarial. Desde o controle de acesso na entrada da empresa ou em determinados departamentos, à manipulação de estoques, relacionamento com fornecedores e clientes, tudo pode ser feito de forma segura e sem o uso de documentos físicos, em papel. Montagem de planejamentos, gestão financeira, elaboração e assinatura de contratos, tudo se torna mais simples e objetivo. De um complicado plano estratégico ao simples envio de um email tudo pode passar a ser regulado pela Certificação Digital, que permite rastrear a qualquer tempo e identificar o autor ou autores de todas as ações dentro de uma companhia.

Esse controle absoluto permite eliminar gargalos e desperdícios. Acaba a necessidade de se manter arquivos físicos e espaços para a guarda de documentos. Elimina-se o deslocamento e contratação de mensageiros para a assinatura de documentos e contratos, assim como a necessidade e o custo de cópias autenticadas e reconhecimento de firmas. Mais que tudo isso, reduz-se a burocracia própria nos relacionamentos empresariais e públicos, a vida fica mais fácil e permite aos conglomerados a dedicação integral à atividade core.

Neste mês, a Serasa Experian está completando 50 anos e para nós poder dizer que somos especialistas em lidar com dados, num ambiente totalmente seguro, chega a ser redundante por nossa reputação, ao mesmo que é um privilégio e uma grande vantagem em termos de relacionamento empresarial. Essa reputação é que nos move cada vez mais em buscar mecanismos corretos e seguros. Por isso passamos a oferecer esse pacote de ações para empresas que, como nós, estão dispostas a olhar para o futuro de outra forma. Os relacionamentos e a forma de produzir estão mudando e é preciso que haja a adequação a esse novo momento.

Segundo pesquisa recente da Associação Nacional de Certificação Digital, as empresas que respondem por mais de 70% do Produto Interno Bruto utilizam a certificação digital. Boa parte delas, naturalmente, o fazem para o cumprimento das obrigações fiscais. Muitas, no entanto, como vários de nossos clientes, já se deram conta de que estamos diante de uma possibilidade infinita de utilizações, capaz de revolucionar em pouco tempo a forma de atuar e produzir. Por isso conceitos estão sendo revistos.

Um bom exemplo nesse sentido se deu no Poder Judiciário. No início, há mais de uma década, era preciso explicar muito como funcionava a certificação, pois todas as esferas da Justiça tinham dúvidas e desconfiança em relação à aplicação desse instrumento no dia a dia. Hoje, é inconcebível que um juiz, promotor ou advogado ignore a forma de atuar no meio virtual. Todos os processos e as decisões decorrentes foram digitalizadas e cada profissional atua com maior celeridade graças à sua identidade digital, ao Certificado Digital.

Outro segmento que tem crescido rapidamente nesse sentido é o voltado aos profissionais da saúde, por meio de hospitais e clínicas. Com a adoção dos prontuários eletrônicos, que permitem acompanhar todo o histórico do paciente e seus tratamentos e medicações de forma segura, rápida e prática, a classe médica se dá conta que o processo se torna mais confiável, que o sistema permite acessar os casos de seus pacientes de qualquer parte. Isso os torna mais eficientes e lhes dá mais tempo para especializações e participação em congressos.

Se pararmos para pensar, todo mundo usa a internet e tem acesso fácil às tecnologias que permitem esse acesso, sejam computadores, smartphones, tablets. Por conta disso, cada vez mais o certificado digital agrega pessoas e seus trabalhos a empresas e entidades privadas e públicas. Vislumbramos, e já temos cases de sucesso nesse sentido, a utilização da Certificação Digital para a condução de todo tipo de negócio, dos microempreendedores virtuais aos grandes grupos empresariais, para facilitar a condução das atividades, os controles e a comunicação.

A partir de julho, por exemplo, o eSocial será exigido a um rol de muitas empresas por parte do governo. Imaginamos um universo em torno de 20 milhões de novas companhias de todos os portes que passarão a ter de entregar o eSocial. Para isso, terão de adquirir um Certificado Digital. Porque não aproveitar o momento, se enfronhar e amplificar o uso, implantar uma ferramenta que permite reduzir custos e, o que é melhor, atuar em níveis de segurança altíssimos, livre de invasões e fraudes, que só a Certificação Digital permite, por meio da criptografia, da biometria, das chaves assimétricas pública e privada.