< voltar

Notícias do Mercado

Conectividade Social: o avanço da tecnologia em prol da praticidade


26/03/2015 - Fonte: faxaju.com.br

Desde que foi implantado, o programa Conectividade Social se mostrou indispensável para o repasse de dados referentes ao recolhimento da Previdência Social e do FGTS. Porém, para que uma empresa consiga transmitir dados à Caixa Econômica Federal, é preciso fazer uso do certificado digital, uma ferramenta que funciona como uma assinatura de pessoa física ou jurídica.

Além de proporcionar mais facilidade e praticidade às empresas e aos contadores, o Conectividade Social também trouxe mais segurança no repasse das informações por conta do certificado digital. Entre todas as vantagens do programa, está a simplificação do recolhimento do FGTS, a redução dos custos operacionais, a disponibilização de um canal de comunicação direto com a Caixa e a garantia de sigilo entre as transações.

Em 2011, o canal do Conectividade Social se tornou 100% eletrônico, fazendo com que todas as empresas, funcionários e pessoas físicas no geral que fossem responsáveis pelo processo de relacionamento com a Caixa precisassem usar o certificado digital ICP Brasil. Em caso de demissão ou troca do funcionário, basta revogar a procuração eletrônica e atribuí-la ao novo profissional. Todo o processo pode ser feito pela internet e sem grandes burocracias.

Aqueles que possuem o serviço, porém, devem lembrar-se de fazer a renovação do Certificado Digital, que possui validade de um a três anos. Caso o certificado não esteja válido, os dados relacionados ao FGTS e à Previdência Privada não serão repassados.

Por: Aline Matos