< voltar

Notícias do Mercado

ITI E ANCD debatem aprimoramento dos mecanismos de emissão dos certificados ICP-Brasil


06/02/2015 - Fonte: ITI - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI e a Associação Nacional de Certificação Digital – ANCD reuniram-se na tarde de ontem, 05, na sede do Instituto, em Brasília, para debater novas ferramentas de segurança e boas práticas no ato da emissão do certificado digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.

Na reunião foram apresentadas e debatidas novas tecnologias e práticas que devem ser implementadas para tornar o processo de identificação do titular do certificado digital ICP-Brasil ainda mais seguro.

O assessor da presidência do ITI, Eduardo Lacerda, fez uma breve apresentação do “Sistema Blacklist” da ICP-Brasil que entrará em fase de testes nas próximas semanas. “O sistema armazenará informações de fraudadores e facilitará a identificação destes indivíduos nas ARs. A intenção é que a consulta a este sistema torne-se obrigatória no ato da emissão do certificado”, salientou Lacerda.

Em seguida o diretor de Auditoria, Fiscalização e Normalização, Pedro Paulo Lemos, e o auditor, Alexandre Ribeiro, ambos do ITI, falaram sobre as ações que devem ser observadas pelas Autoridades de Registro – ARs para a otimização dos procedimentos no ato da identificação do cidadão que deseja emitir um certificado digital. “Precisamos que todas as ARs sigam rigorosamente as normas de segurança estabelecidas para o recebimento e verificação de documentos. As ARs precisam funcionar de forma homogênea para evitar fragilidades na Infraestrutura”, alertou Lemos.

O diretor da Infraestrutura de Chaves Públicas do ITI – Maurício Coelho, lembrou a importância da ICP-Brasil manter-se constantemente atualizada. “A credibilidade é uma das principais características da ICP-Brasil. Por isso, é importante um intenso e constante debate para a construção de mecanismos cada vez mais eficazes com o intuito de frustrar qualquer tipo de irregularidade dentro do sistema”, afirmou Coelho.

Coelho apontou ainda a importância da reunião com a ANCD para debater os temas de interesse das entidades partícipes da ICP-Brasil. “A ANCD chega em um momento bastante oportuno. Através dela temos um canal direto de diálogo com as entidades que fazem parte da ICP-Brasil. Pretendemos manter agendas recorrentes com a Associação para construirmos em conjunto ações positivas”.

O diretor executivo da ANCD, Antônio Sérgio Cangiano, destacou a abertura do ITI para um constante diálogo. “A ANCD representa essencialmente a integração dos interesses da indústria. Com essa integração temos uma possibilidade maior de cooperação com o ITI para melhorias na ICP-Brasil”.