< voltar

Notícias do Mercado

Processo Judicial eletrônico vai ser apresentado em Muriaé


13/08/2016 - Fonte: Jornal Floripa

O Processo Judicial eletrônico (PJe-CNJ) 1ª Instância vai ser apresentado à comunidade de na próxima sexta-feira (19). Uma equipe de magistrados e servidores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) apresenta ao público (juízes, defensores públicos, promotores, entre outros) informações sobre a implantação do processo eletrônico na comarca.

O encontro será às 9h, no auditório da Câmara Municipal. Segundo o cronograma já divulgado pelo TJMG, a partir de 3 de outubro de 2016, o padrão de movimentação processual na comarca passa a ser virtual na 1ª, na 2ª, na 3ª e na 4ª Varas Cíveis.
Os processos que deram entrada em papel continuam a tramitação no meio físico. O Processo Judicial eletrônico (PJe-CNJ - 1ª Instância) adotado pelo TJMG pode ser definido como um sistema informatizado que reproduz todo o procedimento judicial em meio eletrônico, substituindo o registro dos atos processuais no papel por armazenamento e manipulação dos autos em meio digital.

O processo eletrônico já está presente em 29 comarcas de entrância especial. As informações são da assessoria do TJMG. O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Herbert Carneiro, explicou que o processo eletrônico chega à Muriaé para trazer aos cidadãos a modernidade, a automação e a gestão sustentável do Poder Judiciário. “A proposta é caminharmos para um futuro no qual o Poder Judiciário traga ao usuário a solução de conflitos de forma mais célere”.
Certificação digital Para acessar o processo, é necessário a utilização do certificado digital que é um documento eletrônico, que contém dados sobre a pessoa ou empresa que o utilizam, para comprovar sua identidade perante terceiros. Funciona como uma carteira de identidade eletrônica, permitindo que transações via internet, assinatura digital de documentos e autenticação de usuários tornem-se operações seguras.