< voltar

Notícias do Mercado

Desafios e benefícios da certificação digital em 2018


04/01/2018 - Fonte: Pautas Incorporativa

Ao longo de 2017, assistimos, com destaque mundial, às muitas tentativas de ataques cibernéticos. Isso nos deu o sentido para onde as coisas caminham, caso não tenhamos uma defesa segura. Se por um lado a tecnologia avança, constrói meios de se tornar menos inviolável, por outro os cibercrimonosos buscam formas para encontrar alternativas, o que é possível dada a abertura de acesso na internet. Desta forma, a indústria da certificação digital, cujo índice de fraude tem se mantido baixíssimo, deve seguir mostrando os caminhos que pode oferecer para combater esse tipo de prejuízo criminoso às corporações e pessoas.

No ano que se inicia, não tenham dúvidas, haverá uma crescente onda de ataques neste sentido, em massa ou de forma isolada, por meio de todo tipo de instrumento cibernético. Por isso temos, todos nós do segmento da certificação digital, de manter os alertas no sentido de inibir esse tipo de ação. A indústria construiu em 2017, junto com o ITI, sistemas e normas para antecipar-se aos ataques. Desta forma, temos enormes desafios para 2018, para a implantação final de biometria e também o certificado digital com acesso remoto nas nuvens computacionais. São ações que incrementam a segurança e as facilidades do uso remoto de certificados digitais, tornando a solução brasileira mais robusta.

Essa forma de atuar no mercado de Certificação Digital, diga-se de passagem, tem sido inclusive elogiada pelo Senado americano e vem sendo colocada em foco para adoção pelos nossos vizinhos do norte. Muitas pessoas e empresas já se têm dado conta dos benefícios e vantagens que a certificação digital oferece. Também os seus múltiplos benefícios. Tudo isso deve ser ainda mais procurado decorrente da robustez da solução.

Por isso, temos de adotar de forma permanente o caráter didático em nossa entidade e mostrar que podemos estar ao lado da evolução que a tecnologia permite para facilitar a vida de todos. No ano que termina tivemos também inúmeras mostras do que está por aí em termos de avanços e novidades. Como blockchain, bitcoin, dentre outras tecnologias disruptivas. Muita coisa irá se consolidar, outras certamente não, mas temos certeza de que a criptografia é essencial para garantir segurança. Por isso, temos de ficar atentos a mudanças e antecipar caminhos que o mundo da tecnologia da informação nos conduz.

Muitos serviços públicos passaram, ao longo de 2017, a contar com o suporte dos certificados digitais, os cidadãos estão experimentando tudo isso e como a infraestrutura pode ajudar no dia a dia. A partir de 2018 haverá a CNH digital, a carteira de trabalho, já temos o eCPF e teremos o título de eleitor virtual, além do eSocial. O Congresso e o Governo estão trabalhando fortemente para desburocratizar o Estado e, para isso, é imprescindível o uso do certificado digital como instrumento de identificação do cidadão e garantia do conteúdo criptografado e assinado pelo autor.

Surgem também os aplicativos e as interfaces para tirar esses novos documentos a partir do uso efetivo do certificado digital. Esse universo tende a ser ampliado e não podemos decepcionar o público e suas expectativas e proporcionar melhores conveniências aos clientes, como aconteceu recentemente com as instalações técnicas provisórias, que foram normatizadas com o uso de geoprocessamento e se tornaram mais seguras.

Estes são alguns de nossos desafios. Teremos de aprender a lidar com todas as novidades surgidas no mercado e buscar apresentar contrapartidas mais vantajosas de forma bastante nítida. Neste sentido, estamos envolvidos com todos os programas do governo que visam facilitar e desburocratizar a rotina de pessoas e empresas e vamos nos manter sempre de forma parceira neste propósito.

Para nós, está muito claro o papel que temos na sociedade. Temos de promover o uso do certificado digital de maneira a torná-lo acessível a um número cada vez maior de pessoas e empresas. O cidadão que possui acesso ao certificado digital se sente integrado e dentro desse contexto econômico e social onde usufrui dos benefícios de evitar filas, realizar processos pela internet com toda a segurança. Com isso contribui para um impacto ambiental minimalista. Nos resta, portanto, desejar a todos um feliz 2018, cheio de boas notícias e novidades e com muitos desafios pela frente.

Antonio Sérgio Cangiano, diretor executivo da Associação Nacional de Certificação Digital - ANCD